Tag Archive | Bate Papo

Bate-papo com Giani Torres

batepapo

Bate-papo com Giani Torres, ou seja, com muita alegria a entrevistei pela segunda vez. Para quem não lembra, Giani foi a entrevistada no programa de estréia do Bom Tom, gravado em abril e lançado em junho desse ano, quando foi gravado no Teatro Municipal de Dourados. Infelizmente, o único que conseguimos fazer naquele belo local e, diferente da parte musical que hoje publicamos, também gravamos a apresentação de Giani com sua banda. Em breve voltaremos a gravar com banda completa e não vai demorar muito.

Nessa conversa, falamos sobre as diferenças entre a gravação de seu primeiro disco (“Pra falar de coisa simples”) para o segundo (“Como bolhas, água e sabão”) trabalho que está finalizando nesses meses que seguem, para ser lançado ainda no primeiro semestre de 2014. Como, de um disco para o outro, sua confiança aumentou em saber melhor que procurar para incrementar a sua própria sonoridade, fazer parcerias com compositores e músicos do Mato Grosso do Sul, e principalmente em ter a coragem de gravar trabalhos de terceiros que tanto admira.

[DEVIDO A PROBLEMAS AO ENVIAR O VÍDEO AO YOUTUBE, O MESMO FOI INCOMPLETO. NESTE EXATO MOMENTO ESTÁ SENDO ENVIANDO UM ARQUIVO BOM.]

Veja a primeira entrevista com Giani Torres abaixo:

[+] Ouça o trabalho Giani Torres http://www.gianitorres.tnb.art.br

[+] Dúvidas, sugestões ou comentário pbomtom@gmail.com

[+] Se inscreva em nosso canal Bom Tom http://www.youtube.com/user/canalbomtom

[+] Acesse e curta nossa fanpage no Facebook http://www.facebook.com/bomtomtv

Novas músicas de Dagata e os Aluízios.

dagatasimaApós bate-papo com Goldem Fonseca, Dagata juntamente com Simão Gandhy nos apresentam duas novas músicas que estarão no próximo cd Tereréfonia, da banda Dagata e os Aluízios.

Interessante notar que as músicas compostas por Dagata, por ser historiador, permeiam elementos relacionados ao Mato Grosso do Sul com destreza. “Serpenteava o trem”, por exemplo, nas palavras do próprio compositor, é uma viagem de trem pelo MS, de Aquidauana a Corumbá, com atmosfera alucinógena. Nota-se isso claramente pelo andamento moroso das primeira e última partes da música entrecortada por uma aceleração da mesma, como se fossem as variações de ritmo dessa alucinação. Já “De Ponta Porã a Amsterdã” é uma canção para um amor que o fortalece e felicita, que será lembrado aonde quer que esteja, nem que seja no infinito.

Baixe gratuitamente as músicas:

Bate-papo com Dagata (Dagata e os Aluízios)

Bate-papo com Dagata da banda Dagata e o Aluízios (Dourados-MS). Dagata, uma figura que vem fazendo história no rock’n’roll no Mato Grosso do Sul há muito tempo. Tanto que, antes mesmo de me tornar seu amigo alguns poucos anos atrás, já sabia de sua existência desde os idos de 2001, ano em que aconteceu o famigerado festival Forróck in Rio Verde, em (sic!) Rio Verde (MS), e sua banda alcançou o segundo lugar durante a competição nesse mesmo evento. Isso tudo apenas para atestar a sua antiga e constante contribuição ao cenário roqueiro do Mato Grosso do Sul.

Nessa conversa, falamos, por exemplo, sobre a dificuldade em encontrar um novo baterista para compor a banda, já que o baterista da formação original, Luizinho Abbadio Catelan, precisou se ausentar indefinitivamente por problemas de saúde; sobre as influências para o seu novo disco, já que entrarão em estúdio em duas semanas; e também, dentre outras coisas, papeamos sobre se a sua formação em História (Dagata é mestre e irá começar doutorado nessa matéria) exerce ou não uma grande influência em suas composições.

[+] Ouça o trabalho da Dagata e os Aluízios  www.palcomp3.com.br/dagataeosaluizios

[+] Dúvidas, sugestões ou comentário pbomtom@gmail.com

[+] Se inscreva em nosso canal Bom Tom http://www.youtube.com/user/canalbomtom

[+] Acesse e curta nossa fanpage no Facebook http://www.facebook.com/bomtomtv

Músicas inéditas da Sarravulho

bomericksimao

Após bate papo com Goldem Fonseca (confira aqui bit.ly/1hxVCTf ), Erick Barem e Simão Gandhy tocaram e cantaram as músicas “Alegria” e “Mandou dizer”, inéditas da banda Sarravulho. Interessante citar o fato de que as músicas, tocadas por essa parceria, não foram previamente ensaiadas.

Eu (Goldem Fonseca) lancei o desafio a eles, uns dois dias antes, o desafio de tocarem algo junto mesmo ambos estando em cidades diferentes e só se encontrariam no dia da gravação do Bate Papo. Nesse ínterim todo nem mesmo conversa houve conversa entre os dois. Somente após a gravação de minha conversa com Erick Barem é que ambos empunharam os violões, escolheram e “passaram” o que iriam tocar e nos presentiaram com essas duas ótimas canções inéditas da banda Sarravulho. “Mandou dizer”, um samba sobre os receios de um cara apaixonado; e “Alegria”, uma música para ser ouvida repetidas vezes por gerar boas vibrações a quem ouve.

Duas mais curiosidades a respeito da gravação dessas músicas. Quase não conseguimos grava-las pois Erick Barem estava com o “tempo curto” por precisar voltar à Campo Grande, já que viera me visitar e fazer apenas a entrevista. Entretanto, gostou e foi ficando e quase passamos a tarde toda tocando violão e jogando conversa fora não fosse a viagem de retorno à sua cidade. E deixando a gravação musical mais alegre, estiveram presentes meus pais e amigos, assistindo tudo de camarote ou, mais exatamente, pela janela de meu escritório aonde fazemos as gravações.

[youtube:http://youtu.be/kLRYDG_YQOE%5D [youtube:http://youtu.be/klhnFW5D99s%5D

Baixe gratuitamente as músicas:

Bate papo com Erick Barem (Sarravulho)

[youtube:http://youtu.be/Rj7roPxP4c0%5D

Bate papo com Erick Barem da Sarravulho. Uma conversa em tom um pouco mais sério em razão de falarmos sobre o que poderíamos fazer para que a vasta produção musical do Mato Grosso do Sul fosse melhor conhecida no país e principalmente no próprio Estado. É uma discussão que precisa ser feita e, por isso, iniciamos essa conversa no Bom Tom para que novas formas de escoamento sejam pensadas e debatidas. Se os músicos, pelo menos do Mato Grosso do Sul, ainda se sentem marginalizados por terem subsídios do governo insuficientes para dar vida e promover sua produção para, então, viver de seu trabalho, talvez valha o debate para que essa dependência seja menor, senão extinta.

[+] Saiba mais sobre a Sarravulho em http://www.sarravulho.com.br

[+] Ouça o trabalho da Sarravulho http://www.soundcloud.com/sarravulho

[+] Compre o disco da Sarravulho em http://bit.ly/compresarra

[+] Dúvidas, sugestões ou comentário pbomtom@gmail.com

[+] Se inscreva em nosso canal Bom Tom http://www.youtube.com/user/canalbomtom

[+] Acesse e curta nossa fanpage no Facebook http://www.facebook.com/bomtomtv

Bate Papo com Simão Gandhy

É com muito prazer que apresento aqui mais uma iniciativa do Bom Tom. Um quadro, se é que posso chamar dessa maneira em tempos de conteúdo online, em que eu, Goldem Fonseca, irei fazer uma rápida entrevista com cantores, músicos e profissionais do mundo da música a respeito de algum assunto relacionado ao seu próprio trabalho ou qualquer outro assunto que for interessante para debater, mesmo que rapidamente.

Nesse vídeo, bato um papo com Simão Gandhy sobre ter tocado no 1º Bonito Blues & Jazz em Bonito-MS, que aconteceu dos dias 14 a 16 de novembro, evento em sua primeira edição que deu início a um espaço maior para a música cantada e instrumental do jazz, blues e gêneros correlatos. Dentre os assuntos conversados, falamos sobre como um evento como esse poderá melhorar o espaço para  música instrumental por dar a oportunidade ao público do Mato Grosso do Sul em ter um maior contato com esse tipo de música.

[+] Conheça mais do trabalho de Simão Gandhy em https://soundcloud.com/simao-gandhy-pacheco. Seu telefone de contato apresentações é (067) 8114-6082.

[+] Vídeos-aula com Simão Gandhy