Tag Archive | Country

Simão Gandhy e o seu country Cueio Manco

(Punto Áureo Fotografia)

Simão Ganhdy (por Punto Áureo Fotografia)

O incansável Simão Gandhy (guitarrista e professor de guitarra, inclusive aqui do Bom Tom) colocou o chapéu de cowboy em sua guitarra stratocaster e gravou uma música instrumental que parece vir diretamente lá de Nashville (Tennessee-EUA). Trata-se de do country-western “Cueio manco” que depois de um tempo engavetado, ganhou vida por esses dias. Aproveitei para conversar um pouco com Simão sobre a ideia por trás e intenções da gração.

Como surgiu a ideia?

Eu tenho esse country pronto há uns dois anos mas estava “engavetado”. Decidi tentar novamente e mostrei pra alguns música de Dourados pra finalizar já que a ideia não estava fluindo apenas comigo. Então, fui uma tarde à Campo Grande ao Estúdio 45 e com o Gabriel Basso (baixo) e Sandro Moreno (bateria), e resolvemos o som.

Foi tudo gravado num take só?

Sim e não. Porém fiz dois takes com duas guitarras diferentes (PRS e Fender Stratocaster) apenas para escolher o melhor timbre e ficou a gravação da primeira. De qualquer maneira, o que se ouve é o som do que foi tocado. Fizemos uma mix relâmpago na hora por que queríamos deixar as coisas o mais natural possível. Tem algumas falhas mas é mais humano, mais verdadeiro pegar o primeiro take.

Quais o seu set-up utilizado?

Guitarra stratocaster Fender SRV e amplificador Fender Bassman.

É apenas uma gravação ou será feito mais alguma coisa com isso?

Uma gravação avulsa e não tem relação com nenhum álbum ou trabalho que tenha continuidade.  Na tentativa de chamar atenção dos sertanejos e também por que o único cara que toca sertanejo e tem influência de country aqui na região acho que é o Almir Sater.

Advertisements

Resenha da eclética guitarra Gibson ES-335

Image

O que Neil Young, Marco Tulio (Jota Quest), Marcos Ottaviano (Blue Jeans), Mark Knopfler, Eric Clapton, Eric Johnson, Dava Grohl (Foo Fighters), Chuck Berry tem em comum? Todos tocam e são fãs do modelo Gibson ES-335, modelo semi-acústico com mais de 50 anos de história. E Simão Gandhy faz a resenha dessa bela e eclética guitarra.

A Gibson ES-335 é uma semi-acústica que tem partes ocas e um bloco solido no centro para reduzir a realimentação de som em altos volumes. É uma guitarra que tem fãs em vários estilos como no blues, rock, jazz. Tem voltado a aparecer com muita frequência em novas bandas devido ao visual retro que está em alta. As características sonoras desta guitarra são conhecidas pela sonoridade “doce” de som, um grave encorpado que conquista ouvintes de vários estilos.

[+] Dúvidas, sugestões ou comentário pbomtom@gmail.com

[+] Se inscreva em nosso canal Bom Tom http://www.youtube.com/user/canalbomtom

[+] Acesse e curta nossa fanpage no Facebook http://www.facebook.com/bomtomtv

[+] Facebook da Oficina das Cordas: http://www.facebook.com/oficinadascordasdourados

Dissecando a stratocaster Fender SRV

steve

Damos início a uma série de resenhas de guitarras. Simão Gandhy se propôs a não só falar sobres as características físicas como também sobre as especificidades do instrumento, o que muda consideravelmente a percepção de uma guitarra pois auxilia a encontrar a melhor timbre ao saber como funciona. Nesse primeiro, Simão disseca a tão famosa guitarra Fender Stratocaster SRV do igualmente famoso guitarrista bluseiro Steve Ray Vaughan. Foi plugada ao amplificador Trademark 10 da Tech 21 e que, por sua vez, foi ligado diretamente na placa de som. Ou seja, todo timbre e efeito saíram diretamente do conjunto guitarra+amp sem embelezamento em pós produção.

A preferência por não simplesmente mostrar as características físicas, além de já existirem vários online, é por que um instrumento reage diferente a cada situação, a cada amplificador em que é plugado. Dependendo da forma como é microfonada ou ligada em linha, a guitarra reage de uma maneira específica, o que muda suas características sonoras. Inclusive a equalização de um instrumento muda de som conforme a mão que o toca, por isso uma resenha deve ser mais detalhada.

Nas palavras do próprio Simão:

Por curiosidade, foi a minha primeira guitarra americana de alto padrão. Data de 1996  e já percorreu boa parte do Brasil em shows e workshops; foi à Argentina voltou e está sempre firme e forte. Típico instrumento que quando cai, você ajunta, afina e vai tocar. Sendo, assim, uma ótima companheira de estrada.

[+] Dúvidas, sugestões ou comentário pbomtom@gmail.com

[+] Se inscreva em nosso canal Bom Tom http://www.youtube.com/user/canalbomtom

[+] Acesse e curta nossa fanpage no Facebook http://www.facebook.com/bomtomtv

[+] Facebook da Oficina das Cordas: http://www.facebook.com/oficinadascordasdourados